fbpx

A SAÚDE DOS EDUCADORES

Profª Ana Melo Ana Melo novembro 26, 2019 0 Comments

E temos falado muito sobre adoecimento dos professores. São cids na maioria vinculados aos transtornos psiquiátricos advindos da sobrecarga que representa a ação de remar de forma frequente e constante contra qualquer fluxo. E que fluxo é esse de que falo? A correnteza do século XXI com suas gentes do futuro (para aqueles do século XX), com sua velocidade e superficialidade, com seu aparente individualismo e sua falta de empatia.

Pois eu discordo dessas impressões rasas.

Onde estaria o problema? No cansaço do remar ou no exercício de se manter contra o inevitável?

Ao contrário da grande maioria, sou educadora por achar que somente essa profissão promove instrumental necessário para vivermos bem nesse mundo vertiginosamente em movimento. Sou educadora por que creio que estamos mergulhados num delicioso caldo de transformações. Não existe necessidade de remar e mais do que isso, jamais remar contra. Encontrar nos veios e correntes de fluxo o motor para a gerar a energia necessária para impulsionar esses potentes seres: – O estudante que está dentro das nossas escolas.

O professor adoece por continuar se colocando no centro do processo, controlador de todas as ações e detentor de saber absoluto e linear. Não compreendeu ainda o movimento do mundo e do Ser Humano. Esse é o status quo da transição e do caos para eclosão de um momento melhor – essa é a única certeza que eu me permito e de resto eu fico com as dúvidas.

A dúvida de equalizar a interface perfeita com esse Novo Ser que convive nas nossas escolas e que é melhor do que eu. Sabe mais desse mundo novo do que eu. No fim das contas, eu Educadora, continuo aprendente. Tenho que aprender com esse estudante, como ser um bom educador. E nunca, nunca remar contra o fluxo.

Profª Ana Melo
AboutProfª Ana Melo
Graduada em Agronomia pela Universidade Federal da Bahia com habilitação para trabalho com grupos e comunidades tradicionais. Lecionou para o Ensino Fundamental e Médio, incluindo formação de professores no curso de Magistério da rede estadual de ensino nas disciplinas Ciências, Biologia e Química. Atualmente dirige o Colégio Vitória - Ilhéus/ BA - instituição que é referência regional no seu segmento. Trabalhou como voluntária em projetos assistenciais com foco em dependência química e em ONG's ambientais como educadora ambiental no desenvolvimento de oficinas, formações, palestras, entre outras ações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *